Metodologias Ágeis NÃO funcionam!

Neste post vou totalmente contra a maré! Vou falar o porque Metodologias Ágeis podem ser uma furada!

Geralmente as pessoas buscam uma receita mágica para todos os seus problemas, um padrãozinho, uma caixinha, um checklist que irá garantir que todo o processo está sendo seguido e que o resultado será amazing! E quanto mais fácil essa receitinha mágica for, melhor!

É da natureza do ser humano fugir da dor e buscar o prazer, e na escolha de metodologias de gestão de projetos não seria diferente. Hoje podemos dizer que a Agilidade é o Goji Berry da vez, é a receita que irá resolver todos os seus problemas na gestão de projetos! #SQN

“Okay! Mais aqui na minha empresa, suamos a camisa! Nao tem caminho mais fácil! Mas sim trabalho duro!”

Nem sempre trabalho duro garante que você está fazendo o trabalho certo ou que você está sendo eficiente!

Já ouviu alguém dizendo que uma determinada equipe é ágil pois eles fazem daily? Ou porque o time faz planning, replenishment ou outro qualquer tipo de rito? Ou usa alguma métrica específica? E quando você dá uma olhada, eles estão seguindo o que está “prescrito” no método mas na real toda a filosofia ágil foi ignorada!?

Pois é, é difícil mas grande maioria das empresas hoje que se dizem ágeis são assim! E muitas das que estão entrando na agilidade também tem este pensamento!

Para você ser Ágil você tem que parar de “fazer agil” e começar a “pensar agil”! Mas isso, é um tema para outro post(OBS. DO AT. Aqui podemos colocar algum link sobre a diferença do being agil para o doing agil, não tenho nada escrito mas podemos pensar, fazemos o post e depois colocamos o link aqui =D) . Vamos focar no por que a Agilidade pode ser uma furada!

Muitas empresas tentam contratar Scrum Masters, Agile Coachs, Agilistas certificados pois assim garantem que a metodologia será bem aplicada. Legal! Imagine o seguinte, você foi lá e fez um curso de uma semana de gastronomia, PRONTO! Agora você é um Jurado do Masterchef! Bem, não funciona assim não é verdade? Antes disso acontecer há uma enorme estrada, você precisa aprender mais, ganhar conhecimentos em contextos diferentes (aprender a cozinhar com fogão, fogueira, sem fogo, etc), você precisa ter o famoso CHA! (OBS. Aqui podemos fazer um link para algum conteudo referente ao CHA, e pq não um do propria filosofia Agil?rsrsrs) e mesmo depois de tudo isso, depois de anos de empenho e tentativas, você ainda pode ser um péssimo cozinheiro!

Se fazer um curso de 5 dias não garante que você é um Agile Fucking Master certificado que mudará toda a sua organização! E mesmo que ele seja, talvez sua organização ainda não tenha maturidade ou não esteja pronta para se tornar ágil (OBS. podemos colocar um link para disfunções clássicas de empresas que não estão prontas para agilidade, eu tenho isso do material do Andy ;D )!

Metodologias Lean e Ágeis são ótimas! Funcionam muito bem em diversos cenários diferentes mas para isso elas precisam ser adaptadas, e aplicadas da forma correta. Seguir uma receitinha de bolo não vai garantir que uma organização se torne, vai garantir que ela seguiu uma receita de bolo, afinal, se a pouco tempo atrás usávamos o Métodos Tradicionais, que consistia em processos a serem seguidos e estes não deram certo para a maioria das empresas de software, ou pelo menos não garantem que irão dar certo para sempre, porque diacho achamos que devemos seguir uma receita para a Agilidade? Estamos cometendo um erro já conhecido!

Também há o cenário “estou boiando junto”! Se a maré está indo para lá, vou boiar junto sem entender o porque de todo esse movimento, é como se fosse para inglês ver, afinal, se todas as empresas são Ágeis, a minha também será! Mas porque elas são ágeis mesmo?

E o pior, estamos chegando num cenário onde a agilidade está caindo na boca do povo, ou seja, todo mundo fala de agilidade mas nem todo mundo sabe sobre agilidade, e isso pode nos tender a falsas informações.

Agilidade e Lean não são receita de bolo! São filosofias, um conjunto de princípios, boas práticas que podem ser aplicadas em qualquer cenário e contexto mas que não necessariamente precisam ser exatamente a mesmas coisas e seguidas a risco.

Agilidade e Lean promove mudanças de mindset e, principalmente, colaboração com outros seres humanos. Quando um outro ser humano tem algum problema de relacionamento (independente do tipo de relacionamento) o sistema neurológico de dor é ativo e este sistema é exatamente o mesmo que é acionado quando temos uma dor física. É um sistema que o cérebro criou para garantir que o homem trabalhe em sociedade pois só assim ele garantirá sua existência. Ou seja, a colaboração é essencial! E este e outros são princípios da Agilidade.

A agilidade vai muito além de métodos prescritivos, ela é mindset! E antes de fazermos ágil precisamos nos tornar ágil!!!

.

Escrito por:

Jessica Ferrari

“Apaixonada por Pessoas e metodologias Ágeis e eterna buscadora da melhoria continua e expansão da consciência. ”